A farsa dos evangelhos

Ninguém sabe quem foram os 4 evangelistas, mas é quase seguro que nunca conheceram Jesus pessoalmente

Posted by Fellipe Brito on April 13, 2017

“Ninguém sabe quem foram os 4 evangelistas, mas é quase seguro que nunca conheceram Jesus pessoalmente e muito do que escreveram não foi de modo algum uma tentativa de fazer história, antes se limitaram a reelaborar e adaptar o Antigo testamento, uma vez que estavam piamente convencidos de que a vida de Jesus teria de cumprir as profecias do Antigo Testamento”. - Richard Dawkins


Se Dawkins esta correto, então podemos imaginar a seguinte conversa…

Lucas: Traz mais uma rodada de cerveja. Eu tenho uma ideia que eu gostaria de compartilhar com vocês.

João: Beleza. O que que você está pensando?

Lucas: Vocês provavelmente ouviram falar do Nazareno chamado Jesus, que foi crucificado ontem. Eu acho que ele é o candidato perfeito para nosso projeto de um Messias falso.

Marcos: Você só esqueceu de um probleminha: Ele está MORTO!

Lucas: Sim… sim, mas isso nos dá a oportunidade de controlarmos a narrativa. Nós poderemos construir ele como bem entendermos.

Mateus: Cara, na boa, quem é que vai seguir um Messias morto?

Lucas: Ninguém. Então nós vamos começar tudo isso inventando a idéia de que ele ressuscitou. A gente contrata uns malaco para sair no braço com os altamente treinados soldados romanos, roubar e esconder o seu corpo.

João: Hmmm… mas um corpo escondido não é o mesmo que uma ressurreição.

Lucas: Você está certo. Então nós teremos que convencer os amigos e familiares de Jesus a passarem os próximos 30 anos falando pra todo mundo que ele voltou dos mortos e passou alguns dias com eles, mesmo que para essa história pegar, eles tenham que apanhar, serem presos e até mesmo alguns deles condenados a morte.

Marcos: Show! E depois disso?

Lucas: Bem, para fazer toda essa conspiração crível, nós vamos precisar de detalhes. Então vamos inventar histórias sobre Jesus interagindo com pessoas em lugares específicos.

Mateus: Se fizermos isso as pessoas não vão querer visitar estes lugares e começar a perguntar se isso realmente aconteceu?

Lucas: Mano, não precisa se preocupar com isso. Nós podemos inventar uma história sobre a filha de um líder de uma sinagoga que estava morrendo e foi curada por ele. Vamos dar o nome da sinagoga, o endereco e o nome do líder, e vamos dizer quando isso aconteceu tambem - e absolutamente ninguém, nem uma pessoa sequer, irá até esse lugar para investigar se isso realmente aconteceu. Todo mundo vai simplesmente engolir tudo isso como verdade.

Marcos: É… me parece seguro. Mas e se as pessoas quiserem seguir a Jesus, ele tem que ter uma mensagem. As pessoas estão esperando por um Messias há séculos. Ele tem que ser alguém digno de ser ouvido.

João: Muito importante isso que você falou, Marquito. Eu vou inventar umas frases de efeito.

Lucas: Obrigado John John. Marcos tem razão: teremos que inventar frases com muita profundidade e sabedoria e colocar elas na boca de Jesus para que estudiosos possam passar os próximos 2 mil anos estudando.

João: Sem problemas!

Lucas: Galera, até terminarmos tudo isso vai tomar um tempo. Nós precisamos começar desde já a formar comunidades de pessoas que sigam a Jesus, para que quando nossos livros fiquem prontos, eles sejam bem recebidos.

Marcos: Tem um cara que eu conheço, o nome dele é Paulo, ele pode nos ajudar com isso.

Lucas: Paulo, o Fariseu!? Eu não posso imaginar ele se misturando com esse tipo de conspiração

Marcos: Mano, se liga. Ele é meu parceiro. Eu já posso imaginar ele deixando para trás todos os anos de estudo, a carreira bem sucedida e o futuro promissor como líder em Jerusalém para sair por aí plantando pequenas congregações de adoradores de Jesus por todo o Império Romano, não importa o quanto isso vai custar pra ele - surras, prisões, perseguição, discriminação e coisas do tipo.

Mateus: Irado! Mas Lucas, você pode me lembrar o porque estamos fazendo isso mesmo? Qual o objetivo final? Afinal… porque estamos fazendo isso?

Lucas: Fala sério Mateus! Será tao legal. Nós vamos assistir pessoas serem brutalmente martirizadas, e nós todos saberemos que é porque nós enganamos eles! Como não amar isso?

João: Eu concordo com Lucas. Definitivamente isso é algo que vale a pena gastar os próximos anos da nossa vida. Eu to dentro!

Marcos: Eu também.

Mateus: Eu só topo se o meu nome aparecer por primeiro no material de publicidade.

Lucas: Fechado! Vamos começar…


Esse texto é sarcasmo. Se voce nao consegue entender sarcasmo, aconselho que assista um pouco de The Big Bang Theory ;)


Texto livremente traduzido de https://www.thegospelcoalition.org/article/if-richard-dawkins-is-right