Natal, uma festa pagã - Guia Definitivo [3/3]

É importante separar significado do Natal do espírito do natal. O significado do natal é teológico, já o espírito do natal é emocional....

Posted by Fellipe Brito on December 14, 2016

Tentar transformar em pecado algo que não é pecado é Legalismo. A tentativa de pegar uma lei de um homem e transformar numa lei de Deus é legalismo e esse é um dos maiores erros dos evangélicos. Enquanto Jesus rompeu todas as barreiras para se tornar humano e criar uma conexão entre toda a raça humana e Deus, nós continuamos tentando construir barreiras. Me parece que para estes legalistas se eu comemoro o nascimento de Jesus, eu estou fazendo algo errado.

Para estes legalistas não podemos ter árvores, ou luzes ou presentes. Mas se formos olhar os hábitos deles, com certeza absoluta vamos achar práticas que tem a sua origem ideológica bem questionável. Comemorar o aniversário de alguém, “velar” um corpo, cozinhar feijão, comer carne mal passada, vestir roupa de baixo, fazer alongamento, praticar alguma arte marcial, jogar futebol… enfim. Hoje estas práticas já não tem mais o mesmo significado de quando foram criadas. Mas mesmo assim eles tentam aplicar pesos é medidas diferentes. Tentam criar ainda mais separações entre Deus e o homem.

O foco do natal é JESUS! Como alguém pode falar que comemorar o natal tem um significado pagão?


Uma moeda, em si mesma não possui nenhum significado. Talvez ela até tenha algum valor, mas não possui nenhum significado até o momento em que a casa da moeda dá um significado pra ela. A partir desse instante ela passa a valer 10 centavos de cruzeiro. Até que vem outro governo e decide que teremos outras moedas e então aquela moeda perde todo o seu significado. Ontem você podia comprar uma coxinha com essa moeda, hoje não pode mais.

Sim uma árvore dentro de casa, no inverno, pode ter tido o significado de adoração a natureza há 500 anos. Mas nao hoje, nao na minha casa, nao quando eu celebro o nascimento de Jesus.

A minha árvore, me lembra da casa dos meus Avós, e na casa dos meus avós a história do natal sempre foi a do nascimento de Jesus. Sendo assim, a árvore de natal, pra mim, tem os sentimentos do natal, e sendo assim, ela é parte da maneira com que eu culturalmente celebro o maior presente que ja ganhei.


É importante separar significado do Natal do espírito do natal. O significado do natal é teológico, já o espírito do natal é emocional.

O natal não é amor, paz, generosidade… o natal É JESUS.

O que eu sinto no natal é resultado das minhas experiências passadas. E isso não necessariamente tem que ter algo a ver com Jesus.

Eu conheço pessoas que perderam familiares próximo da data de natal. Para estas pessoas o sentimento do natal é de tristeza. As músicas, as decorações, tudo isso gera tristeza no coração delas. O significado do Natal ainda é Jesus, mas o sentimento é de tristeza.

O fato de que nós cristãos culturalmente celebramos o natal no dia 25 é arbitrário. Nós poderíamos/devemos celebrá-lo qualquer/todo dia do ano uma vez que a mensagem básica do natal é que Deus Está Conosco (Emanuel).

Se durante o natal eu tenho pinheiros e luzes, isso é só uma expressão cultural ligada as minhas emoções, e não há nenhum problema nisso.

Nunca. Nunca confunda a bola de ping pong, com as bolas do king kong.

Este é o ultimo post de uma série de 3. Para ler o primeiro clique aqui.