Tchau 2013

Posted by fellipe on December 31, 2013

89ae474a442b11e3bd1522000a1fd589_8

2013 acabou, aliás, pra mim vai acabar 6 horas depois do que normalmente acabaria.

Nas memórias, nas fotos e nos cadernos de anotação ficam muitas aventuras;

Em 2013 eu não joguei futebol, nenhuma vez; foi a primeira vez na vida que passei um ano inteiro sem jogar futebol: Por outro lado, eu fui a um jogo de baseball, assisti um jogo da NFL no estádio, joguei basquete, surfei muito mais do que já havia feito, andei de skate, pedalei mais de 600km, corri, fiz academia, nadei, pratiquei Yoga e joguei tenis!!!

Em 2013 eu viajei, MUITO; Itapema, Bombinhas, Joinville, Pontal do Sul, Ipanema, Paranaguá, Morretes, Curitiba, São Paulo, Washington, Portland, Los Angeles, Hollywood, Santa Monica, Malibu, Huntington, San Diego, La Jolla, uma partezinha do Mojave, Las Vegas, Grand Canyon… e mais algumas que com certeza esqueci.

Em 2013 eu passei meu primeiro aniversário longe dos meus pais, e também o natal, e a virada do ano… 2013 me ensinou o que é saudade;

Em 2013 eu dirigi muito menos, por outro lado andei mais de bicicleta, onibus, taxi, aviao, pilotei uma moto 700cc e andei de Helicóptero.

Em 2013 eu me mudei, 4x, foram 4 casas diferentes e alguns hotéis.

Em 2013 eu fui muito ao cinema, li muito, diversos livros, de ficções sobre o rei Arthur à biografia dos Beatles, de livros técnicos de Jazz a livros profundos sobre Código limpo; eu também experimentei muita comida diferente.

Em 2013 eu redescobri que existe vida se você não tem carro próprio, que bicicleta é um excelente meio de transporte e que de vez em quando taxi e onibus podem ajudar.

Em 2013 eu assisti ao vivo 3 músicos entre os quais eu mais gosto de ouvir: Michael W Smith, Michael Buble e Marcos Witt… foram shows espetaculares;

Em 2013 eu aprendi a assistir filmes em ingles sem legenda, não foi muito minha escolha, mas hoje já acho estranho quando um filme tem legenda… embora eu ainda nao entenda 100% dos diálogos na lingua original;

Em 2013 eu sofri a dor de passar dias sem ter um abraço, um aperto de mão, um “escape” para comer uma pizza com um amigo e poder chorar e pedir conselhos;

Em 2013 eu recebi emails e recados de pessoas queridas, fiz novos amigos, muitos que não estão nem um pouco perto, tenho um amigo precioso na África como missionário, outros em Curitiba, Santos, Espanha, Sao Paulo, Denver, e até aqui perto já temos um casal de amigos;

Em 2013 eu e minha esposa entendemos ainda mais o que é a parceria do casamento, somos nós dois, do outro lado do mundo, com todos os problemas do mundo e tem sido uma aventura magnifica;

Em 2013 eu contratei funcionários e tive que despedir outros, a empresa cresceu, e diminuiu. Eu ajudei a equipe a melhorar a infra estrutura e a gerenciar melhor os projetos, mas eu contei com excelentes funcionários que sem eles seria impossível fazer o que temos feito até agora e o que ainda planejamos para o futuro.

Em 2013 eu participei de reuniões, muitas, longas…

Em 2013 eu aprendi que o mundo é gigante, e minúsculo.

Em 2013 eu visitei lugares fantásticos, piers, parques, montanhas, praias, cidades, restaurantes, shoppings, museus…

Em 2013 eu amei minha esposa, todos os dias, e cada dia mais.

O mais engraçado é que olhando tudo que aconteceu, pouco saiu “como o planejado” em 31 de dezembro de 2012, e mesmo assim, cá estou eu com uma lista de projetos, divididas em seções de business e pessoal, por trimestres, que vão desde quais livros quero ler até quais atividades quero executar.

 

Uma das mais importantes é relaxar um pouco mais, desligar um pouco mais… em 2014 faço 30 anos e tenho aprendido que o mundo vai continuar girando, mesmo que eu nao esteja conferindo isso de minuto em minuto, enquanto gerencio minha empresa e checo minhas notificações no celular.

Tentar ir um pouco mais devagar, separar a vida pessoal do escritório, apagar Facebook e Twitter do celular, deixar pra programar a agenda da semana às segundas 5 da manha invez de domingo 7 da noite… a vida é muito preciosa e sensível para ser colocada de lado enquanto eu estou fazendo outra coisa.

Para 2013 eu fiz diversos planos, quase todos mudaram e eu tive que “improvisar”, para 2014 eu quero viver…

Feliz 2014!!!